Buscar
  • Célia Barros

Os sonhos podem antecipar acontecimentos futuros?

Segundo Jung, os sonhos atuam como ponte entre a consciência e o inconsciente e nos reconectam com a parte instintiva da psique. Devido à atemporalidade do inconsciente, os sonhos conectam passado, presente e futuro e eles apresentam imagens que vão além da psicologia individual do sonhador.

Muitos sonhos estão relacionados a vivências arquetípicas, em outras palavras, àquilo que é típico do humano, em todos os tempos e lugares. Alguns deles parecem antecipar situações ainda não vividas, especialmente a nível coletivo. Esse tipo de sonho é raro e pode ter ou não ligação com a psicologia do sonhador. Podemos exemplificar com o sonho que Jung teve com a Europa coberta de sangue e de mortos, pouco antes do início da I Guerra Mundial. Na época ele fez associações com questões pessoais, mas quando a guerra começou, ele percebeu que seu sonho tinha uma estreita relação com aquele momento histórico. Sua psique captou uma experiência dolorosa que marcaria para sempre todos os habitantes da Terra.

Esse tipo de captação inconsciente é possível devido à existência de um certo paralelismo entre o inconsciente e o mundo físico. Na vida cotidiana também podemos observar que o inconsciente antecipa algumas coisas. Por exemplo, você se lembra de um amigo, do qual você não tem notícias há bastante tempo e no dia seguinte você recebe um telefonema dele.

Uma parte de nós vive no presente (consciência) e outra (inconsciente) está conectada com a ancestralidade psíquica. Isso porquê a consciência de todos os seres humanos, na perspectiva da psicologia analítica, brota de um mesmo chão psíquico ou rizoma, o inconsciente coletivo*.

É importante destacar que os sonhos apresentam antecipação de acontecimentos ainda não vividos no mundo da vigília, de uma maneira simbólica e metáfora, pois esta é a linguagem de todos os sonhos. Essa antecipação só é percebida após o fato acontecer e um sonho não é capaz de causar um evento.


Denise B. P. Jorge. Psicóloga e Analista Junguiana.

Mestre e Doutora em Psicologia Social pelo Instituto de Psicologia da USP.



Referências

Jung, Gustav Carl. Memórias, sonhos e reflexões. 1. ed. Especial. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006.

_____. Seminários sobre sonhos de crianças. Petrópolis: Vozes, 2011.

_____. Seminários sobre análise de sonhos. Petrópolis: Vozes, 2014.


Ilustração: Célia Barros


*O inconsciente consiste de uma camada pessoal, que se forma a partir das vivências de cada pessoa, e de uma camada universal, matriz que fornece a matéria-prima básica para sermos humanos e que é herdada geneticamente. Essa matéria-prima será modelada de maneira personalizada dependendo das situações de vida de cada pessoa.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo